Uma nova forma de se comunicar

Estimativas indicam que até 2012 o número de internautas em redes sociais ultrapassará 800 milhões. A audiência das redes sociais no Brasil cresceu 51% no último ano e entre estes brasileiros, 86% fazem parte de redes sociais, ou seja, milhões de pessoas trocando informações, experiências, informando suas preferências e desagrados em um ambiente em que muitos têm acesso.

Pesquisas apontam que 52% dos usuários de redes sociais já interagiram com marcas nestes ambientes e que 80% das pessoas confiam em recomendações de compras feitas por amigos. Prova concreta do poder do universo digital e das redes sociais no cotidiano das pessoas.

Há muito mais para analisar sobre os números da rede. O Orkut – a rede social mais popular no Brasil – tem hoje mais de 29 milhões de visitantes únicos, segundo pesquisa divulgada pela empresa comScore, no começo deste mês.

Paralelo ao Orkut, a audiência do Facebook no Brasil registrou um crescimento de 524%, chegando a 8,2 milhões de visitantes. Atualmente, o Facebook tem visto um forte crescimento concentrado em grupos com maior grau de escolaridade. Esse grupo foi exposto inicialmente ao Facebook por brasileiros morando nos EUA com os quais tinham estudado ou convivido. Efetivamente, o Facebook tem ganhado bastante penetração na classe A, um dos grupos sociais com o maior nível de influência no resto da sociedade brasileira. Por isso, logo veremos um ritmo de crescimento acelerado na classe B, e eventualmente na C à medida que o produto apresente maior penetração em cada uma delas.

O Twitter também mostrou forte crescimento, quase dobrando a sua audiência para 8,6 milhões de visitantes. O microblog atingiu 23% de toda a população on-line do Brasil, se tornando a maior penetração do Twitter no mundo.

Os usuários dessas ferramentas são chamados de novos influenciadores e recebem essa denominação porque fazem parte de um grupo de formadores de opinião, que tem credibilidade para transmitir conteúdo e informações. Quando algum desses influenciadores envia uma mensagem positiva por qualquer rede social o resultado gerado é extremamente positivo e talvez, muito mais consistente do que os da imprensa tradicional.

De fato a Internet mudou e muito nos últimos 10 anos e em tempos de mídias sociais, as agências de comunicação precisam analisar com cuidado e atenção a necessidade de utilização dessas práticas, criando oportunidades para realizar ações deste tipo com mais freqüência e ocupar os espaços onde o consumidor se encontra.

Apenas estar presente nos meios de comunicação social não é mídia social. Você ou o seu cliente precisam falar, descobrir e construir um relacionamento de sucesso com seu público-alvo.

Thais Thomaz – Gerente de Contas Hill & Knowlton Brasil
Advertisements

About thaiscomunihka

Thais Thomaz – Atualmente na função de Gerente de Contas, coordena projetos de relacionamento com diversos públicos desenvolvendo programas de comunicação integrada de acordo com a estratégia de cada cliente no Brasil e América Latina. Também gerencia trabalhos da rede H&K no mundo e as ações de PR 2.0 colaborando com as campanhas de comunicação online dos clientes.
This entry was posted in Blogosfera and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s